Meu filho tem síndrome nefrótica, e agora?

 

                                       

A Alice, mãe do Arthur, 5, contou pra gente um pouquinho do que aconteceu quando seu filho foi internado.

“O Arthur possuí síndrome nefrótica, que é causada por danos aos pequenos vasos sanguíneos nos rins que filtram os resíduos e o excesso de água do sangue.

Normalmente essa síndrome aparece com outros problemas de saúde.

Eu descobri a doença quando ele ainda tinha um ano. As crises acontecem da noite para o dia, ele vai dormir bem, e acorda inchado na manhã seguinte.  Tem vezes que ele incha muito e precisa ser internado.

Ele está com cinco anos agora e já foram cerca de 15 internações desde que ele nasceu.

São mais ou menos umas 5 internações por ano. Teve um ano que ele ficou bem, mas agora teve a crise de novo.”

Existe a possibilidade do Arthur deixar de ter as crises até a adolescência, então por enquanto o tratamento ocorre durante as internações, além de seguir uma dieta com pouco sal.

 

Como você pode se cuidar?

Fazer uma dieta com pouco sal: Uma dieta que restringe o consumo de sal (cloreto de sódio) e outras formas de sódio a não mais que 1.500 a 2.400 mg por dia 

Consulte um médico para receber orientação

Se você sentir qualquer alteração no seu corpo por muito tempo, vá a uma UBS, consulte um médico.