Talita tem dificuldades de respirar desde que nasceu.

A Adriana nos contou sobre a internação da Talita, elas estão no Hospital Geral do Grajaú. Confira seu depoimento:

Adriana Trindade e Talita Rodrigues.

“A Talita apresenta dificuldades de respirar desde que nasceu, principalmente quando está resfriada. Entretanto, ela nunca foi diagnosticada com nenhuma doença respiratória. Esses dias ela começou a reclamar de dor na garganta e de repente começou a respirar com dificuldade, por isso eu a trouxe aqui para o hospital. Ela não foi diagnosticada com pneumonia ou algo parecido, mas a saturação estava em 88, ou seja, muito baixa, e, além disso, ela fazia um grande esforço para respirar. Por esta razão acabou ficando internada, teve que ficar no oxigênio e tomar algumas medicações para aumentar a saturação. Hoje ela está melhor, mas a médica pediu para espaçar o uso da bombinha e passou uma outra medicação para ver como fica o quadro. ”

 

O oxigênio é de importância vital para a vida. Ele deve estar presente em quantidades adequadas em todo o organismo para que as funções do corpo hajam de maneira adequada. O nível de saturação mede a quantidade de oxigênio carregado pelo sangue, estar com este nível baixo pode ser muito prejudicial ao organismo. A hemoglobina é a responsável por transportar o oxigênio no sangue. Cada molécula de hemoglobina pode carregar até quatro moléculas de oxigênio, neste sentido, se uma molécula de hemoglobina está carregando três moléculas de oxigênio, ela está atingindo apenas 75% de sua capacidade total. O nível de saturação deve ser entre 95% e 100%, abaixo disso o oxigênio não está atingindo os órgãos vitais e as células sanguíneas, podendo levar à falência respiratória e, possivelmente, à morte. Por isso houve uma grande preocupação com a Talita ao verificarem que a saturação dela estava em 88%.