Transformações da nossa rua

O pessoal do CCA São Francisco de Assis fez uma atividade de cartografia e aproveitou para conhecer melhor o passado da rua onde fica o CCA. Eles descobriram histórias tristes, mas também uma história de luta dos moradores do bairro. Confira!

Foi muito legal fazer a Cartografia da rua Gertude Kappel. Antes ela era chamada de rua Nicarágua e depois virou Gertude Kappel. Nessa época todas as pessoas dormiam antes das 7 horas da noite. Muitos caminhões tinham medo de entrar ali, porque tinha bandidos.

Nós do CCA desvendamos mistérios e há ainda muito mais, tudo isso num texto só.

Encontramos muitas pessoas na rua que nos contaram a história da rua. O primeiro foi um senhor de idade que se chamava Gregório, que nos contou muitas coisas, como por exemplo que tinha muitos tiros.

***

Olá, meu nome é Ana Allicy e estou escrevendo com a minha amiga Ketlin.

Nós fizemos uma cartografia sobre a rua Gertudes Kappel, que fica no bairro Americanópolis.

Na UBS da rua Gertudes Kappel entrevistamos a Cecília. Ela nos contou que antes a rua era conhecida como rua do matador, porque as pessoas vinham de outros bairros para matar outras pessoas. Ela também contou que os moradores se juntaram e colocaram asfalto a rua.

Ana Allicy e Ketlin

***

Olá! Meu nome é Beatriz, tenho 12 anos.

Eu fiz uma cartografia da rua Gertrudes Kappel com os meus colegas. A gente viu as calçadas esburacadas e os fios da rua muito estragados.

Antigamente o nome da rua era “O matador”, pessoas de outros lugares vinham sempre pra cá. A rua tinha muito mato, parecia chácara. Todos os moradores se reuniram e eles mesmo fizeram o asfalto, porque os funcionários da prefeitura não fizeram nada.

Essa foi a minha cartografia!

 

Saiba mais sobre a metodologia de Cartografia desenvolvida pelo Cenpec

Veja mais textos feitos em atividades de cartografia!