#TôNaArea Chorar o leite derramado

No início do mês de março um grupo de crianças e adolescentes do CCA Frei Tito Cidade Ademar saiu em caminhada nas imediações da instituição observando e fotografando os problemas encontrados.

Numa terça- feira, munidos de máquina fotográfica e cheios de curiosidade, levamos nosso grupo de adolescentes para nosso primeiro dia para registrar, através de um olhar questionador, os problemas existentes no bairro. Com olhares atentos, seguiram observando, questionando e fotografando o que enxergaram ser errado, ou mau cuidado, nas ruas e calçadas.

Foram fotografados inúmeros problemas, entre eles: buracos nas ruas e calçadas, bueiros destampados ou com suas tampas quebradas, muito lixo, móveis e carros abandonados nas encostas dos córregos, restos de comida, placas de sinalização jogadas em qualquer lugar, restos de madeiras e telhas, árvores plantadas em locais indevidos, atrapalhando a passagem dos pedestres e nenhum local com acessibilidade para cadeirantes, ou pessoas com necessidades especiais. Enfim, problemas não faltam!

O que se notou, principalmente, foi que nas ruas onde o movimento de carros e pessoas é intenso não se vê muito lixo abandonado, nem tantos buracos nas ruas, porém nas menos movimentadas o mesmo não ocorre. O sentimento é o de indignação perante tanto descaso com a periferia. Porém, mais do que indignação, ao chorar o leite derramado devemos construir a visão de que algo pode e precisa ser feito, e que esta geração, que frequenta os CCAs, pode fazer a diferença e mudar os rumos da história do bairro onde moram. É preciso que enxerguem o poder que têm nas mãos, de não se acomodar diante a situação, e saber que a realidade pode e precisa ser modificada.  Mesmo que sejamos uma gota de água, um grão de areia, a união pode fazer, sim, a força desta comunidade.

Ainda como continuação das atividades, os jovens criaram uma maquete, reproduzindo o que encontraram pelo bairro durante a caminhada (imagem abaixo).

 

IMG_2542

 

Eles também criaram uma música inspirada nesta atividade!

Música: Bonde dos Camundongos
Letra: Murilo e Junior

Tava lá na rua
E vi logo um rato
Ele estava entrando dentro de um buraco
Fui seguindo ele para ver onde ia

Vi que ele entrou na Adega do seu Carlos
E vi que ele tava roendo o sofá do coitado
Depois segui mais pra frente e ele entrou no riacho

O riacho tava todo poluído
tinha saco de lixo,
tinha micróbio e até mosquito
Mas que rio é esse todo poluído?
Quem poluiu o rio não é muito cidadão
Estraga o próprio bairro
Ao invés de pensar em transformar em diversão

Não pensam nas crianças
que querem lugar pra curtir
não cuida, não coopera
não pensa em seu irmão.
Galera se liga aí
no que é ser cidadão
Não jogue lixo na rua,
não estrague o que é do povão
Quem mora na quebrada
quer curtir e ser feliz

Então vamo se ligar, se ligar de verdade
Quem é parça, quem é esperto
Cuida da comunidade!