Corrida “Sua que é sua”

Dia 29 de setembro, acompanhamos a 2ª Corrida Sua que é Sua TJSP, organizada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, no Estádio Ícaro de Castro Melo.

O evento, destinado a crianças e adolescentes que vivem em casas de acolhimento da Capital – aberto também a filhos de servidores e magistrados do TJSP (Tribunal de Justiça de São Paulo) – contou com a participação de cerca de 400 pessoas.

A corrida era esperada por muita gente envolvida,  funcionários dos abrigos, pais em aproximação, voluntários, e foi um sucesso!

O Geral entrevistou o pessoal que estava presente, dá uma olhada:

Andreia, funcionária do TJ : “A ideia do evento é integrar socialmente as crianças abrigadas e plantar a sementinha do esporte, tão importante para a autoestima. Acredito que é um evento muito legal porque promove o esporte, que tem uma força grande de fazer a pessoa acreditar que pode. Além de propiciar a visita a novos ambientes, o objetivo é que o jovem sinta que consiga, que sonhe”.

 

Pais em aproximação, em processo de adoção

“Nos contaram que achavam o evento importante porque era um estímulo bacana para que as crianças se mexessem, exercitem seus corpos, se cuidando e interagindo, ao invés de estarem dentro do abrigo, na tela, fazendo outras coisas que já costumam fazer e com pessoas que já conhecem.”

“Acho muito importante porque é um dia de liberdade. Eles ficam muito felizes. Já para a gente, como pais em aproximação, é muito importante estar aqui com ele, nosso filho. Estamos muito felizes. Tem que ter cada vez mais esse evento.”

 

Médica que estava na área médica do evento:

  • “Acho o estímulo ao esporte muito importante, além da possibilidade de conhecer pessoas novas ao praticar. Isso pode estimular muita troca e fazer despertar interesses que, às vezes, nem eles mesmos sabiam que tinham.

 

Aluno voluntário de universidade parceira do evento:

“Em um evento como esse, há uma troca imensa entre as pessoas que participam, que para ele é muito importante. “Gosto muito de participar do evento, pois se interessa muito em promover atividades esportivas e recreativas, adoro brincar com as crianças e ver como ficam envolvidas nas atividades e entre si. Um desafio, enquanto monitor das atividades recreativas, é o de manter quem participa envolvido em meio a interesses que, muitas vezes, não se combinam. Por isso, sinto que buscar essa união em torno da animação é uma forma de estimular a criatividade. Gosto de ver  tamanho carinho e felicidade envolvidos na interação das crianças entre si e com os monitores.

Pai de uma criança cuja mãe trabalha no TJ:

“Acho legal esse dia de atividades porque, além de recreação, é uma oportunidade de interação com uma realidade diferente.”

  • Adolescente de 14 anos, acolhido:

“Gosto do evento por criar um momento legal de interação e atividades, diferentes das do dia-a-dia, dá para descontrair bem, para “tirar uma onda”.

“Acho esse dia de atividades muito importante porque é um dia de brincadeira ao ar livre, diferente de ficar dentro de casa, além da interação, que mostra para as crianças que não estão sozinhas.”

  • Três outros voluntários:

Ao final do evento conversamos também com três outros voluntários, amigos de sala, que estavam muito contentes com o dia de atividades.

Todos demonstraram muito carinho em estar participando do evento, que, para eles, era muito gratificante poder estar ajudando a promover um dia de atividades daquele, especialmente pelo carinho que recebiam de volta das crianças. Um deles comentou que algo que parece ser tão simples, como estar ao lado de uma criança que vai correr, para ela pode mudar a vida, fazer abrir um sorriso sem explicação e animá-la para acreditar em si. “As crianças acabam nos achando super-heróis”.

Outra coisa que ressaltaram foi como para eles mesmos era importante estar ali, pois, a naturalidade, felicidade e pureza das crianças era algo que para eles causava um sentimento muito positivo, uma motivação.

Outra coisa bacana que nos disseram que, para os jovens que estão se formando em Educação Física, participar de um evento como esse promove uma mudança muito positiva no sentido do olhar para a criança, algo que disseram que com certeza carregarão para a vida toda.

Justamente, a motivação que precisamos para acreditar, que as vezes damos como perdida, pode estar onde menos esperamos. Do nosso próprio lado, no olhar do outro, no sorriso de alguém, na realidade que se transforma, que se expande a partir de algo simples como a disposição para estar lado a lado, de se dispor a fazer algo diferente.

Quer ler histórias de pessoas que mudaram suas vidas através do esporte? Quer saber um pouco mais sobre saúde? Tem uma história que gostaria de compartilhar? Explore nosso site e nos escreva, ficaremos muito felizes em receber sua mensagem!