Meu filho com pneumonia

Eu, Josicleide, mãe de Johnny, ia para o médico porque eu não estava sentindo-me bem e meu filho de cinco anos estava comigo. Antes de chegar no AMA do Jardim Icaraí meu filho falou que não estava bem, e eu perguntei: “o que você está sentindo?” Ele disse que sentia muita dor abdominal e então ele pediu água e eu dei. Então ele começou a passar mal, sentia enjôo, vomitava, estava pálido, suava muito frio.

Chegando no AMA, eles mediram a saturação de oxigênio no sangue dele, que estava a 93%, e a médica disse-me que ele precisava vir para o hospital. Do AMA ele já veio de ambulância, no oxigênio e no soro, chegando ao hospital foi atendido pela pediatra, e a médica disse que a glicose dele estava muito baixa também. Logo após, outro médico examinou meu filho e levou para a emergência porque ele estava muito mal, sua saturação estava agora a 89%, ele foi para o oxigênio. O médico solicitou um exame de sangue que não deu nada e um raio X, aí foi diagnosticada foi a pneumonia. O médico pediu sua internação para tomar antibiótico e disse que sua pneumonia era pequena, agora estou mais tranquila porque fiquei muito agoniada, mas graças a Deus ainda esta semana ele terá alta, pois o quadro está se revertendo com a medicação.

Este é o Johny, que está melhorando.
Este é o Johny, que está melhorando.

Saiba mais:

Pneumonia (Agência Fiocruz)