Meu bairro, a Joaniza

Poesia feita pelos jovens da turma 3 da manhã, da educadora Cecília, no C.C.A Seara Bendita.

Meu Bairro, a Joaniza

Andando pelo bairro

vejo entulhos jogados

e carros queimados,

ondem vivem desabrigados.

Correndo pelo beco

um córrego eu vejo,

poeira pelo ar,

será que eu vou aguentar?

A fogueira continua a queimar,

muitas pessoas vem chegando

e o lixo aumentando.

A Rua se estraga.

Mas de domingo, na rua de lazer

a molecada joga queimada.

Na pracinha da Joaniza

passei na loteria e vi um cara ajudando

uma senhorinha

explicando aonde é a delegacia.

Uma mulher passando mal

mas aqui não tem hospital

levei ela no AMA, que chamou a ambulância.

Fui na padaria comprar pão

é perto, não precisa de condução.

Se eu quiser diversão

tem que pegar o busão.

Mas essa situação

me traz a conclusão,

mais escola e mais lazer

pra gente mudar esse mundão!