Insistir no que se gosta

Quando era pequeno, bem criança ainda, eu morava na frente de uma praça que na época de pipa ficava sempre lotada, e eu ficava muito encantado ao ver o céu cheio, todo mundo feliz, criança e adulto, todo mundo empinando pipa.

Eu fazia minha avó comprar pra mim, só que eu tinha uma dificuldade enorme de colocar no alto e comandar a pipa, ficava sempre pedindo pros outros me ajudarem, quando eu colocava vinha alguém rápido e já cortava, parecia até que eu não tinha sorte para isso.

Em certo dia eu passei tanta raiva, cortaram todas as pipas que eu tinha e a linha também, fiquei super mal. Nunca dava certo, mas mesmo assim eu não desisti. Me determinei a mudar isso.

Todo dia de manhã eu ficava tentando enquanto não estava muito lotado, e de noite vendo vídeos no youtube até ter uma noção básica de como precisava ser feito.

E na noite de 21 de dezembro, esse dia pra mim foi tão importante que ainda me recordo, dormi tão disposto a conseguir no outro dia que deu certo.

Acordei, já peguei minha pipa e fui pra praça. Consegui colocar de primeira e ao longo do dia cortei 13 pipas.

Moral da história: nunca desanime ou desista porque algo não deu certo, e sim persista e confie que uma hora vai dar.

Vitor Tavares,16 anos

O Vitor tem toda razão. Não podemos desanimar daquilo que nos faz bem. 

Conseguir empinar a pipa fez tão bem a ele e sua autoestima que ele lembra até a data.

Nossa saúde não é somente nosso corpo, mas como enfrentamos dificuldades e saber aquilo que nos faz bem.

E você? O que gosta de fazer e aprender?

Conta pra gente.