Câncer. O que é?

Um certo dia eu estava com minha mãe e meus irmãos em casa. De repente chegou um parente nosso desesperado dizendo que minha avó estava doente, que estava quase falecendo.

Eu e meus irmãos começamos a chorar porque a gente não queria que minha avó morresse.

Ela estava com um doença muito muito grave, câncer.

Quando  minha família soube todo mundo começou a chorar, estavam arrasados.

Um dia o médico nos disse que não era grave.

Agora minha avó está bem, graças a Deus.

Mesmo depois do que aconteceu eu queria saber:  o que é câncer?

Ana Beatriz Rodrigues da Silva, 10 anos, usuária do CCA Frei Tito

 

Para te ajudar a entender melhor o que é essa doença tão famosa, vamos explicar rapidinho como nosso corpo funciona antes, ok?

O corpo humano é como um grande quebra-cabeças. Cada pecinha, bem pequenininha, que forma o nosso corpo é uma célula. Existem células por todo o nosso corpo, cada uma realiza um trabalho diferente e elas trabalham juntas de um jeito organizado.

Quando uma pesssoa é saudável, as células crescem, se dividem, morrem e são substituídas de maneira certinha, com controle.

Algumas vezes pode acontecer que em algumas células ocorre uma mudança nesse funcionamento e as células, essas pecinhas que nos formam, se reproduzam, ou seja, aumentem sua quantidade, sem controle, e isso pode ser um problema.

Quando as células crescem mais do que o normal, podem aparecer grupinhos de células que vão virar uma massa, o que a gente chama de tumor.

Existem dois tipos de tumor (essa massinha), o benigno, que não traz perigo, e podem ser curados com cirurgia simples, e o tumor maligno, que chamamos de câncer.

O cancêr só acontece quando, depois de exames, for percebido que essas células estão se multiplicando sem parar e estão migrando, ou seja, viajando, de uma parte do corpo para outra, através do sangue. Quando a doença atinge diferentes órgãos, chamamos de metástase.

O câncer pode ser sólido (quando há existência de um tumor maligno) ou hematológico (no sangue). Os cânceres hematológicos mais comuns são as leucemias, os linfomas, o mieloma múltiplo, a síndrome mielodisplásica e as síndromes mieloproliferativas. Os cânceres sólidos mais comuns são os de próstata, mama, colo de útero, pulmão, intestino, estômago, pele entre outros.

É importante frisar que, se descoberto no início, tanto os cânceres sólidos, quanto os do sangue, podem ser tratados e não gerar metástases, aumentando, e muito, as chances de cura! São diversas as opções de tratamentos, que podem trazer uma vida normal e com qualidade ao paciente.

Por isso, se você notou algo diferente em seu corpo, vá até a UBS e procure um diagnóstico.

 

Sempre que você sentir algo estranho no seu corpo, vá a uma UBS, faça os exames de rotina. 

Não sabe quais são? A gente já contou aqui, dá uma olhada.