Bienal de Artes: A história do Baobá

por Vitoria dos Santos Vieira, 13 Anos, e Gustavo Antônio Sousa Silva, 13 Anos.

Dia 24/10/14, fomos à Bienal de Artes, que fica no parque do Ibirapuera.

Quando nós chegamos no parque nós entramos tiramos fotos com os educadores, depois nós fomos ao banheiro e depois nós conversamos com a monitora da Bienal e entramos.

Na Bienal, conhecemos o espaço e conhecemos a historia do Baobá, que era uma árvore muito bonita, mas só vivia reclamando da vida, que ele era diferente.

Aí Deus não tava mais ageentando ele reclamar e virou ele de cabeça pra baixo e diz a lenda que se você senta debaixo de um pé de Baobá, você escuta ele contando historias, e também falam que ele é a árvore dos conselhos.

Imagem retirada do livro digital A árvore-escola
Imagem retirada do livro digital A árvore-escola, ilustração de Jerusa Messina (ver link para o livro abaixo)

A monitora foi tão atenciosa que até ensinou a gente a canta a musica do Baobá. Nos sentamos embaixo do Baobá em roda. Com o livro do Baobá a gente viu que ele tinha 5 anos de idade, a raiz leva dez anos para crescer.

Saímos dessa sala e subimos de escada rolante e vimos umas esculturas, fomos para uma outra sala ver um vídeo de um índio que falava sobre a exclusão do seu território, a sala estava escura, nos sentamos no chão pra assistir o vídeo, e a monitora conversou a respeito do vídeo.

Andamos um pouco, vimos um espelho que um deixa nós bem gordão e outro deixava magrinho.

Aí descemos e nos despedimos dos funcionários, ficamos um pouco na grama aguardando a outra turma chegar e fomos em direção ao nosso ônibus.

Foi muito legal, nesse passeio gostamos muito da historia do Baobá.

Obra Social Santa Rita de Cássia / CCA São Francisco de Assis

Veja aqui o texto da Emily sobre a Bienal

Baixe aqui o livro A árvore-escola, onde está a história do baobá

Veja aqui como pedir uma visita orientada à Bienal