Apendicite grave

A avó da Kelly nos relatou seu caso de apendicite, que foi bastante grave. Vamos conferir?

Na última sexta-feira, a Kelly foi para a escola e voltou normal, sem dores. Mas após o almoço ela vomitou cerca de 11 vezes. No sábado fomos ao AMA Jardim Campinas, onde ela tomou soro com um remédio para cólicas, o médico foi franco e nos pediu para ir a um Pronto Socorro.

No domingo fomos para um hospital, onde a Kelly foi encaminhada ao cirurgião. Perguntaram se ela estava grávida, mas eu sabia que não, pois ela estava inclusive menstruada. Ele achou que era cólica! Voltamos para casa e ela continuou passando mal. Decidimos voltar ao AMA Jardim Campinas na segunda e não tinha pediatra, na unidade do Jardim Mirna também não. Fomos então ao Ama Jardim Icaraí e falamos que ela estava passando muito mal, mas não puderam atender rápido. Só depois das 15h ela foi atendida. Quando passaram, o médico viu que o apêndice estava saturado.

Viemos às pressas para o Grajaú e chegamos às 2h da manhã. Como ela havia tomado um suco, aguardamos, mas assim que foi possível fizeram a cirurgia, às 10h30 do dia seguinte. Depois da cirurgia deram a medicação correta e tomaram as providências necessárias. A previsão nesses casos é de ficar de 5 a 20 dias, pois foi um caso grave de apendicite, já que o diagnóstico foi demorado; mas em 10 dias devemos sair, segundo o médico.

Nós gostamos do Grajaú, mas deveria haver mais médicos no AMA.

 

Saiba mais aqui sobre apendicite e leia o relato da Melissa, que também contou aqui no Geral sua experiência.