Que dor! Atropelado pela moto!

A gente sai muito animado da escola e às vezes esquece da segurança. O Elvis foi atropelado e está internado no Hospital Geral do Grajaú. 

Meu nome é Elvis F. Bezerra, tenho 12 anos, e estudo na EE Candido de Oliveira, em Parelheiros.

Estava saindo da escola em maio de 2013 com pressa para ir para casa. Caminhava uns 20 minutos da escola até em casa para chegar. Perto de um ponto de ônibus havia um ônibus parado, pegando passageiros. Resolvi atravessar na frente e quando atravessei veio uma moto não sei de onde e caí. Fiquei parado chorando. O motoqueiro também caiu, mas se levantou para me ajudar. Chamaram a ambulância para me socorrer. Nunca tive tanta dor na minha vida. Minha mãe tinha falado de manhã para eu olhar para os dois lados antes de atravessar a rua e só atravessar na faixa, mas agora aprendi. Fica a dica: também aguarde o sinal abrir e ande com muito cuidado.

 

Veja também a história da Jennifer, que é parecida:

Atropelamento na frente da escola! (Geral na Saúde)

Crianças correm mais risco de serem atropeladas (Pastoral da Criança)

Cartilha de trânsito (Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia/Biblioteca Virtual do Ministério da Saúde)

Veja mais textos sobre acidentes com crianças