Cálculo biliar

Olá, sou a Patrícia, mãe da Alana de 7 anos, que estuda na João Goulart, Grajaú.

A Alana teve febre alta persistente durante 3 dias. Viemos para o pronto socorro do Hospital Geral do Grajaú e descobrimos que era tudo em função de uma pedra na vesícula.  Estamos no hospital já há 10 dias, através de raio-x e ultrassonografia descobrimos que ela tinha, além da pedra na vesícula, pneumonia também.

Por ainda ser nova, a Alana não deveria ter a pedra na vesícula, mas esta foi ocasionada poe uma anemia falciforme que ela possui. A anemia foi descoberta ao nascer, quando foi feito o exame do pezinho. Ela é genética, o que nos levou a descobrir que o irmão da Alana também tinha. A anemia faz com que ela tenha recaídas, dores, principalmente no baço que pode inchar, a imunidade é mais baixa. Estamos aguardando para fazer a cirurgia. Como esta com uma mancha no pulmão também teremos que aguardar para fazer tratamento.

 

A pedra na vesícula nome popular do cálculo biliar, são pequenas pedras – cálculos – que se formam na vesícula biliar. Este órgão está localizado no lado inferior direito do fígado, onde fica concentrada a bile e onde também é lançada sob a influência de um hormônio intestinal. 

A bile  é formada por várias substâncias, entre elas o colesterol, que é responsável pela grande maioria dos casos de formação de cálculos. Alguns deles acabam se alojando na vesícula biliar e não causam nenhum sintoma, no entanto, outros ficam presos no duto biliar, bloqueando o fluxo da bile ao intestino. Isto causa a cólica biliar, que é uma dor muito forte no lado superior direito do abdome ou nas costas.

São diversas as causas do cálculo biliar, dentre os mais comuns temos: diabetes, obesidade, pressão alta, dieta rica em carboidratos e gorduras e pobre em fibras, predisposição genética, fumo, etc.

Ao sentir tais dores procure imediatamente um médico, o tratamento pode ser feito à base de medicamentos que diluem o cálculo, caso ele seja constituído apenas por colesterol. Em outros casos é necessário fazer cirurgia, como ocorreu com a Alana, precisando ficar alguns dias na internada.