Igor e a bronquite asmática

Conversamos com Vanderleia e Igor sobre o processo de internação do Igor no Hospital Geral do Grajaú devi uma bronquite asmática. Confira o depoimento de Vanderleia:

“O Igor tem bronquite asmática desde pequeno. Na segunda-feira passada ele apresentou um forte cansaço, então eu o trouxe aqui para o Hospital Grajaú. A princípio achei que fosse um cansaço normal, mas os médicos acharam melhor deixa-lo aqui internado, pois no raio x apareceu um pouquinho de secreção no pulmão.

Ele chegou no hospital com a saturação em 91, durante a internação a saturação ficou oscilando entre 82 e 84 e teve alguns picos de 94. Esta noite ele conseguiu ficar sem oxigênio e a saturação foi para 95, o médico disse que se ele continuar assim já vai poder ir para casa amanhã.

Meu filho está sendo muito bem tratado aqui no Hospital Grajaú, foi muito acolhido e está respondendo muito bem às medicações que está tomando”

 

A saturação, mencionada pela Vanderleia, é a quantidade de oxigênio carregado pelo sangue no organismo de uma pessoa. Estar com este nível baixo pode ser muito prejudicial.

A hemoglobina é a responsável por transportar o oxigênio no sangue. Cada molécula de hemoglobina pode carregar até quatro moléculas de oxigênio, neste sentido, se uma molécula de hemoglobina está carregando três moléculas de oxigênio, ela está atingindo apenas 75% de sua capacidade total. O nível de saturação deve ser entre 95% e 100%, abaixo disso o oxigênio não está atingindo os órgãos vitais e as células sanguíneas, podendo levar à falência respiratória e, em casos mais graves, à morte.

 A bronquite asmática é um dos nomes dados a Asma, que também pode ser conhecida como bronquite alérgica. É uma doença que acomete os pulmões, acompanhado de uma inflamação crônica dos brônquios.

A asma pode ser causada por vários fatores, como:
– Alergia: poeira, ácaro, mofo, pelos de animais;
– Infecções: viroses, como gripes e resfriados, ou ainda as sinusites;
– Mudanças de tempo, fumaças, cheiros fortes;
– Esforço físico;
– Aspectos emocionais;
– Outras causas: alergia a alguns tipos de medicamentos ou alimentos, refluxo gastro-esofágico, causas hormonais, fatores relacionados ao trabalho ou a escola, ou até devido a outras doenças.

 

Saiba mais sobre asma, bronquite e outras doenças pulmonares, neste texto do Ministério da Saúde.