A história de Antônio

Oi, meu nome é Lorrana e estou aqui para compartilhar uma história. Então vamos lá!

A pessoa principal é o Antônio Alves Silva, 57, nascido em Poções (BA). Eu o conheci pelos meus parentes, e ele deu seu depoimento para o Geral na Saúde.

 

Eu sou Antônio e vou contar a minha história.

Eu saí de casa quando tinha 10 anos, em 1970. Eu tive paralisia infantil porque não tomei vacina, na época não tinha vacina onde eu vivia.

Eu morei no Rio de Janeiro por 18 anos, sempre só. Morei em Guarulhos e depois em São Paulo e sempre morando sozinho. Mas o pior é que eu já morei na rua, em uma favela, já passei fome, já pedi esmola.

Eu fiquei 42 anos sem saber da minha família, mas eu batalhei consegui uma casa e tentei ter contato com a minha família, até que um dia consegui ter contato com meu irmão pela internet em 2013 e quando tive um contato estava perto do casamento do meu irmão.

Já sofri muito na vida mas graças a Deus dei a volta por cima. Hoje sou uma pessoa muito feliz, superei tudo isso, consegui reencontrar meus familiares. Hoje eu posso dizer que sou muito mais feliz.

***

A história do senhor Antônio fala de duas questões importantes: a importância de fazer as vacinas em dia, e também a importância da garantia dos direitos das pessoas portadoras de deficiência. Saiba mais sobre os temas nos links abaixo.

Poliomielite/Paralisia infantil (Fiocruz)

Legislação brasileira sobre pessoas portadoras de deficiência

Convenção sobre os direitos das pessoas portadoras de deficiência (em cordel!)

Política nacional de saúde da pessoa portadora de deficiência (Ministério da Saúde)