Desvendando a margarina: você sabe do que ela é feita?

Presente no dia a dia da maior parte dos brasileiros, muitas pessoas desfrutam do sabor e da indiscutível cremosidade das margarinas. E você sabe quais são os ingredientes usados para produzir esse alimento com textura tão cremosa e gostinho de café da manhã?

Não tem nenhum grande segredo em sua composição: ela é um alimento de origem vegetal, feita a partir de uma combinação de óleos vegetais, os mesmos usados para cozinhar em casa tais como óleos de soja, girassol, além dos óleos de palma e palmiste (extraídos de um tipo de Palmeira), combinados com sal, água e, em alguns casos, um pouco de leite. Ou seja, ingredientes velhos conhecidos e presentes na mesa da maioria dos brasileiros.

Além dos ingredientes acima, podem ser adicionados outros componentes em pequenas quantidades para garantir a conservação, a cor ou o sabor. Como exemplo estão o corante betacaroteno (encontrado em alimentos como a cenoura), o ácido cítrico (encontrado nas frutas cítricas) e lecitina (encontrado em óleos vegetais).

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

A mistura desses ingredientes é batida para que ganhe textura (técnica conhecida como emulsificação) e posteriormente resfriada por um tempo para que fique mais sólida (processo chamado cristalização), promovendo assim uma das maiores qualidades da margarina: a consistência cremosa dentro e fora da geladeira, fazendo com que seja muito mais fácil de espalhar. Por causa dos óleos vegetais, as margarinas possuem naturalmente ômega-3 e ômega-6, gorduras que são essenciais na alimentação.

É importante esclarecer que faz muitos anos que a maioria das margarinas do mercado não contém gordura trans, essa sim comprovadamente prejudicial à saúde. E isso aconteceu graças às novas tecnologias, que permitiram a retirada do processo de hidrogenação parcial causador da gordura trans. Por isso, é importante buscar sempre uma marca de qualidade e referência no mercado, a fim de garantir que tenha alta qualidade e não contenha gordura trans.

Portanto, como uma fonte de gorduras proveniente de óleos vegetais, a margarina pode fazer parte da alimentação, desde que consumida com moderação e dentro de uma dieta equilibrada.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Como usar?

Tão versátil, a margarina tradicionalmente é usada para dar aquele gostinho especial no milho verde, bolos, pipoca e claro, no pãozinho de cada dia. Mas também é uma velha conhecida de boleiros e confeiteiros para o preparo de bolos, broas, cremes entre outros porque além de dar maciez à massa, ela também é útil na hora de untar a forma para que o bolo não grude.

No caso de receitas salgadas, a margarina pode ser usada em molhos brancos, purês, salgados e para dar cremosidade em preparações, como um ovo mexido, por exemplo. Além disso, vai super bem em refogados para dar sabor durante o cozimento de legumes.

Para todos os gostos, é só deixar a criatividade fluir.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Fonte minhavida.com.br

Recommended Posts