Doenças transmissíveis mais perigosas

Recente, o Geral na Saúde recebeu uma pergunta sobre qual é a doença transmissível mais perigosa.

Em primeiro lugar gostaríamos de reforçar que todas as doenças podem ser perigosas, principalmente se não cuidadas adequadamente e acompanhadas por um médico. Por isso, é sempre bom procurar um profissional ao primeiro sinal de que algo está diferente. Sendo assim, definir uma doença como “mais perigosa” não é algo simples. Por isso consideramos as taxas de mortalidade de uma doença infecciosa para classificá-la.

Quando consideramos o mundo todo, a AIDS/HIV é uma doença preocupante. Em todo o planeta são 33.3 milhões de pessoas infectadas que convivem com a doença, sendo, em média, 7.400 novas infecções e 45% dessas em jovens entre 15 e 24 anos, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. Essa doença é causada pelo Vírus da Imunodeficiência Humana, e ataca o sistema imunológico, o responsável por defender nosso corpo de doenças. Ter o HIV não é a mesma coisa que ter a AIDS. Há muitos soropositivos que vivem anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença. Mas, podem transmitir o vírus a outros pelas relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento de seringas contaminadas ou de mãe para filho, durante a gravidez e a amamentação. Por isso, é sempre importante fazer o teste e se proteger em todas as situações. No Brasil, desde 1980 temos o registro de 540 mil casos dessa doença, sendo que houve óbito em 217 mil deles.
No Brasil, especificamente, não é a AIDS/HIV a doença contagiosa que mais mata pessoas, mas, sim, duas doenças pulmonares: a tuberculose e a pneumonia. A primeira é uma doença causada por uma bactéria através de gotículas que contém a bactéria, causando infecção principalmente nos pulmões. Quando tossimos, espirramos ou falamos essas gotículas podem ter contato com pessoas sadias, infectando-as. De acordo com dados do Ministério da Saúde, a cada ano são notificados aproximadamente 70 mil casos novos e ocorrem 4,6 mil mortes em decorrência da doença. O Brasil ocupa o 17° lugar entre os 22 países responsáveis por 80% do total de casos de tuberculose no mundo.
Já a pneumonia, por sua vez, é uma infecção causada por fungos, bactérias, vírus ou algum tipo de reação alérgica nos pulmões. Essa doença pode ser adquirida pelo ar, saliva, secreções, transfusões sanguíneas ou mudanças bruscas na temperatura. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a pneumonia é a doença que mais mata crianças menores de cinco anos, sendo a estimativa de 1,2 milhão em todo mundo. Além disso, de acordo com o Ministério da Saúde, em 2010 ocorreram mais de 208 mil internações no Sistema Único de Saúde (SUS) e 43 mil idosos morreram por causa dessa doença.
  
Clique aqui para saber mais sobre AIDS 
Acesse aqui o Portal do Ministério da Saúde saber mais sobre tuberculose.
E não deixe de saber mais sobre pneumonia clicando aqui.